Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

maschamba



Terça-feira, 29.05.12

O silêncio é de ouro, a música é de prata e o barulho mata

[caption id="attachment_34604" align="aligncenter" width="511" caption="Murmure du Silence por Kahlil Gibran"][/caption]Desculpem se for calada um bocado ou falar pouco para já, explica a G ao entrar no carro. Não é antipatia mas tão somente a necessidade que tenho de algum recolhimento ao fim do dia de trabalho. Que bom e que saudável!, pensei eu, enquanto percorríamos a estrada caladas e sem sentirmos necessidade de “comunicar”. Rendo-me ao silêncio confortável; aquele silêncio que pauta o estar bem e que cimenta a amizade. Conforta-me e traz-me memórias de infância, das noites quentes de Verão nos terraços da casa do meu Avô. Nós, as crianças, ocupávamos o terraço grande da cozinha – cantigas de roda, apanhadas, cabra-cega. Era o terraço do barulho, da gritaria e da confusão. Até que, uma a uma nos íamos cansando e calando, adormecendo no sussurro das criadas.No terraço da frente, os adultos. Num canto, a mesa de jogo para os homens; as cadeiras de verga, onde as senhoras se entretinham em conversas rendilhadas a crochet e a ponto cruz, convenientemente distanciadas. Falava-se baixo, no tom requerido para as confidências que ali se desfiavam. E também para não perturbar o jogo dos homens, vá! Gostava de me juntar aos adultos do terraço da frente. Chegava de mansinho e sentava-me no chão de pedra ainda quente, encostada à cadeira da minha Avó. Adormecia ao som das partilhas murmuradas, sobressaltava-me com o ocasional grito de júbilo ou frustração da mesa dos que jogavam. Era um silêncio confortável que me embalava segura no sentido de pertença.Hoje são raras as pessoas com quem partilho silêncios confortáveis e raros os locais que mo proporcionam. Que uma discoteca tenha a música alta, enfim, entende-se; afinal é mesmo isso que se pretende. Mas um restaurante? Onde estão os bares para se beber um copo e conversar? Quando foi que as esplanadas à beira-mar resolveram abafar o vaivém das ondas com “música ambiente”?  Quando é tão linda a música das ondas do mar...AL

Autoria e outros dados (tags, etc)

por AL às 14:38


4 comentários

De alexandra serro a 29.05.2012 às 16:30

PARABÉNS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

De AL a 30.05.2012 às 23:57

Tao bonito e tao bem dito! E' isso exactamente.

De jpt a 30.05.2012 às 23:45

Lembras-me uma conversa tida com o meu pai, para aí há 25 anos. Ali à noite, já longa, bebericando ele uma genebra ou rum, eu remoendo um dos whiskies dele e a dizer-lhe que que descobrira o significado da verdadeira amizade, que era sentida por aqueles com quem se podia estar em silêncio, "ficar calado". Ele olhou para mim, com um ar semi-irónico que lhe era característico, e ripostou pausadamente: "isso é o amor".

De AL a 29.05.2012 às 20:36

Obrigada Alexandra :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Maio 2012

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031